PASTEJO ROTACIONADO

Atualizado: Jul 16


Se você errou o nosso teste no do Instagram (@fazendacheia) sobre sistemas de pastejo, fique tranquilo(a), você vai descobrir agora o que a imagem exemplifica ;)


Segundo a Embrapa, o pastejo rotacionado é um sistema no qual a pastagem é subdividida em três ou mais piquetes, que são pastejados em sequência por um ou mais lotes de animais. É uma tecnologia altamente eficiente, funcional e comumente aplicada a sistemas de produção intensiva, que inclui ainda a adoção de boas práticas e de bem-estar animal.


Vantagens:


Maior controle sobre a quantidade de pasto disponível

Controle sobre a quantidade de pasto disponível à Isso permite que o produtor determine outro destino para outras áreas — como a plantação —, e consiga definir o tipo de animal para cada parte do terreno, quantifique melhor a quantidade de adubo para cada piquete e muitas outras formas de controle.


Redução na perda das pastagens

As perdas de pastagem ocorrem pelo pisoteio excessivo dos animais ou quando há uma concentração muito grande do gado em um único local por um longo período. Com à rotatividade, o produtor consegue controlar a quantidade de animais em cada piquete.


Maiores chances de recuperação da planta forrageira

Depois do devido período de descanso, as plantas conseguirão se recuperar e crescer com maior vigor e, portanto, serão mais nutritivas e resistentes aos períodos de seca.


Pastejo uniforme

Essa vantagem garante um aumento da produção por hectare, já que alguns animais não se alimentarão mais ou menos que outros (super-pastejo; sub-pastejo), tornando tudo mais uniforme.


Redução da infestação de plantas invasoras

A rotatividade assegura maior permanência das plantas mais apreciadas pelos animais. Como o período de descanso não tem interferência, as plantas forrageiras têm melhores condições de competir com as daninhas, que não conseguirão invadir o local.

Também há redução da contaminação do pasto por larvas e vermes por haver melhor distribuição de fezes e urina na pastagem, o que diminui o risco de infecção dos animais.


Perenização das pastagens

Por fim, o pastejo rotativo elimina a necessidade de realizar práticas de recuperação e renovação dos pastos, as quais costumam custar bastante caro para as contas do negócio e, consequentemente, aumentando o faturamento da pecuária. Dessa forma, o pastoreio rotativo é bastante útil para qualquer tipo de negócio, principalmente os produtores rurais que têm pequenas áreas em sua fazenda, pois conseguem aproveitar ao máximo de seu espaço.

(grupo Taura)


Nós do FazendaCheia buscamos parceiros produtores comprometidos com a sustentabilidade, que utilizam tecnologias focadas no bem-estar animal e que diminuam impactos sociais e ambientais negativos, conservando os recursos naturais para as próximas gerações.