top of page
  • Caroline Hirasaka

Como geramos condições para a diminuição êxodo rural


Os motivos para os movimentos migratórios no sentido das cidades podem ser resumidos a um só: a busca por melhores condições de vida. Já as razões que levaram a vida no campo a se tornar “mais dura” são várias.


Foi instituído em 1960, um programa chamado de Revolução Verde. Na prática, isso significou um investimento maciço na agricultura brasileira para transformá-la em uma das principais exportadoras mundiais, assim houve grande aportes financeiros para o setor de produção de sementes, utilização de agroquímicos e na mecanização do campo.


As facilidades e os benefícios de produção foram concentrados majoritariamente “nas mãos” de grandes produtores, o que gerou a concentração fundiária. Sem conseguir competir com os grandes, restava aos pequenos produtores vender as terras ou arrenda-las (alimentando o ciclo de concentração fundiária) e procurar outras formas de sustento.


Há algum tempo, foi implementada algumas possibilidades de créditos e recursos para pequenos e médios produtores rurais, para começarem a produzir mas não para sair da subsistências. Além das altas taxas de juros e muitas vezes, a falta de conhecimento sobre gestão financeira, fez com que produtores se ´´enrolassem´´ em dívidas e entrasse em uma situação pior do que estavam.


O FazendaCheia surge não só como uma alternativa de crédito, mas como uma fonte de auxilio, tecnologia e gestão para que a produção se desenvolva com qualidade e eficiência. Ao gerar uma parceria produtiva estável e de longo prazo com os produtores rurais associados, a mudança na perspectiva muda, o acesso a tecnologia diminui o custo de operação e manejo, a implantação de estratégias de mercado para a negociação dos rebanhos e a visita de investidores em sua propriedade, faz com que a qualidade de vida no campo seja agora, muito melhor.










0 comentário

Comments


bottom of page