top of page
Add to Cart
  • Writer's pictureCaroline Hirasaka

Proporcionalidade de taxas: Calcule e interprete o conceito


A proporcionalidade de taxas é um conceito fundamental em diversos aspectos da vida e dos negócios. Trata-se da relação direta entre duas grandezas, indicando como uma variação em uma delas afeta a outra de maneira proporcional. No contexto financeiro, a proporcionalidade de taxas é especialmente relevante ao analisar investimentos, juros, inflação e até mesmo taxas de câmbio. Neste post, exploraremos o conceito de proporcionalidade de taxas, suas aplicações práticas e como utilizá-lo de forma eficiente para obter benefícios financeiros significativos.



Como anualizar uma taxa de juros mensal?

Para esse exemplo e os adiante, iremos utilizar a calculadora financeira HP-12c para padronizar as fórmulas e respostas obtidas.


Se a taxa de juros mensal for de 5%, qual será a taxa anual equivalente?

Na calculadora financeira HP-12c, coloque:

  1. Digitar 5 [ENTER]

  2. Digitar 100 e aplicar a divisão (visor com 0.05)

  3. Digitar 1 e aplicar a soma (visor com 1.05)

  4. Digitar 12 e elevar pela tecla [Yx] (visor com 1,79)

  5. Digitar 1 e aplicar subtração [-] (visor com 0,79)

  6. Digitar 100 e aplicar multiplicação [x]


COMO TRANSFORMAR JUROS ANUAIS EM MENSAIS?

Uma taxa de juros mensal que corresponde a uma taxa anual de 214%?

Na calculadora financeira HP-12c, coloque:

  1. Digite 214 [ENTER]

  2. Digitar 100 e aplicar divisão (visor com 2,14)

  3. Digitar 1 e aplicar a soma (visor com 3,14)

  4. Digitar 12 e aplicar função [1/x] (visor com 0,08)

  5. Aplicar função potenciação [Yx] (visor com 1,10)

  6. Digitar e aplicar subtração [-] (visor com 0,10)

  7. Digitar 100 e aplicar multiplicação [x]

O resultado é de: 10%


COMO CALCULAR A TAXA DE JUROS ACUMULADA EM UM PERÍODO?

Vamos supor a seguinte situação:

A taxa de juros mensal foi de 3%, 5% e 2,5% em 3 meses consecutivos. Qual é a taxa de juros acumulada no período? (Essa mesma fórmula pode ser utilizada para encontrar a inflação acumulada)

Ao invés de apenas somar essas taxas, deve-se primeiro, fazer a conversão das porcentagens em decimais:


3% = 1,03

5% = 1,05

2,5% = 1,025


A adição passa a se tornar uma multiplicação. Então, a conta passa a ser a seguinte:

[1,03] . [1,05] . [1,025] = 1,1085

Agora, o caminho inverso:

([1,1085] - [1]) . [100] = 10,85%


Com o tempo e prática, você fará a conversão automaticamente, olhando 1,1085 e já chegando a conclusão de 10,85%. Sendo assim, os juros acumulados no período são de 10,85% e não 10,5% como teria dado na adição comum.


Em conclusão, a proporcionalidade de taxas desempenha um papel crucial na análise financeira e na tomada de decisões inteligentes. Através do entendimento dessa relação direta entre grandezas e da aplicação de fórmulas adequadas, é possível obter benefícios financeiros significativos. A anualidade de taxas de juros mensais e a conversão de taxas anuais em mensais são processos essenciais para compreender e comparar diferentes investimentos. Além disso, o cálculo da taxa de juros acumulada em um período requer a conversão de porcentagens em decimais e a aplicação de multiplicação, em vez de simples adição. Essa abordagem precisa resulta em estimativas mais precisas e evita erros comuns.

Ao dominar esses conceitos e práticas, você estará equipado para tomar decisões financeiras mais informadas e maximizar o potencial de seus investimentos.


Para saber mais sobre a proporcionalidade de taxas e como melhorar seu desempenho com base em números e fórmulas, baixe o livro eletrônico gratuito e se aprofunde neste tema.






Comments


bottom of page